Nossa História

A primeira escola St Giles foi fundada em Londres em 1955 por Paul e Diana Lindsay. Desde então a organização se expandiu no Reino Unido, nos Estados Unidos, no Canadá e no Brasil.

Hoje, com mais de 50 anos de experiência no ensino do idioma inglês e no gerenciamento de escolas, o grupo St Giles é uma das maiores instituições de ensino de inglês e treinamento de professores, com diversas escolas espalhadas pelo mundo todo. Anualmente mais de 10.000 alunos de 90 diferentes países estudam nas escolas St Giles.

As escolas baseadas na Inglaterra são todas reconhecidas pelo British Council e English UK e nos Estados Unidos são membros da AAIEP – Association of Intensive English Programs. Além disso, determinados cursos de professores oferecidos nas escolas St Giles são validados externamente pela UCLES (Universidade de Cambridge) e pelo Trinity College London.

 

Foco

O foco principal de nosso negócio é o ensino do idioma inglês e a busca de soluções para você alcançar seus objetivos. Para garantir a excelência e qualidade de nossos cursos, os professores da St Giles são selecionados rigorosamente e amplamente treinados para seguir a abordagem de ensino e aprendizado definida pela instituição.

Além do ensino do idioma somos também especializados no treinamento de professores da língua inglesa, o que garante a você, profissionais altamente qualificados.

 

Metodologia

Nossa abordagem de ensino é essencialmente comunicativa e focada no aluno. Isto significa que nossos cursos são direcionados aos interesses, necessidades e objetivos de aprendizado dos alunos, desde a escolha do material até o perfil do professor.

Todo este cuidado para que você tenha os estímulos corretos e possa participar ativamente no processo de aprendizado e aquisição da língua inglesa.

 

Compromisso com o aluno

“Oferecer cursos diferenciados para atender necessidades específicas com excelência de ensino aliada a preços competitivos e agilidade no atendimento.”

Este compromisso reflete-se não apenas na qualidade dos cursos, mas também nas instalações das escolas, nos recursos de aprendizado disponíveis e na delicadeza e flexibilidade do pessoal de atendimento.